Arquivo mensal: março 2012

I Seminário Sociologia na sala de aula: reflexões e experiências docentes no Rio de Janeiro e Assembleia de Fundação da ABECS

I Seminário

Sociologia na sala de aula: reflexões e experiências docentes no Rio de Janeiro e Assembleia de Fundação da ABECS

Campus Seropédica – Auditório Gustavo Dutra (Gustavão) Pavilhão Central.

Dia 08 de Maio 2012

Manhã

9h

Abertura e credenciamento

 

9h30 às 12h

Trajetórias e perspectivas da sociologia no Ensino Médio

Debatedores: Amaury Moraes (USP) e Nelson Tomazi (Professor aposentado da UEL)

Mediador: André Videira (UFRRJ)

 

Tarde

14h às 17 h

Carreira docente, LDB, orientações e parâmetros legais para o ensino de sociologia na educação básica.

Debatedores: SINDSERJ, APSERJ e Amaury Moraes (USP)

Mediador: Nalayne Pinto (UFRRJ)

 

17h às 19 h

Oficinas pedagógicas:

Julia Polessa (UFRJ)

Tatiana Bukowitz (Pedro II)

Janecleide Aguiar (Pedro II)

 

Dia 09 de Maio 2012

Manhã

 9h30 às 12 h

A Formação inicial e continuada dos professores de sociologia.

Anita Handfas (UFRJ)

Adelia Miglievich (UFES)

Mediador: Flavia Braga (UFRRJ)

 

Tarde

14h às 16h30

Experiências pedagógicas e contextos escolares

Marcelo Costa (Faetec e Pedro II)

Rogério Mendes (CAP UERJ e Pedro II)

Celia Neves (FEUC)

Mediador: Luiz Fernandes (UFRRJ)

 

17h30

Coquetel e Lançamento do livro:

Sociologia na sala de aula: reflexões e experiências docentes no Rio de Janeiro.

Org. Andre Videira de Figueiredo, Luiz Fernandes de Oliveira e Nalayne Mendonça Pinto. Ed. Imperial Novo Milênio


Dia 10 de Maio 2012

Manhã

9h30 às 12h

Propostas Currículares, Metodologias e material didático.

Ricardo Cesar Rocha (IFRJ)

Flavio Sarandy (UFF Campos)

Andrey Ferreira (UFRRJ)

Mediador: Luiz Fernandes (UFRRJ)

 

Tarde

14h às 16 h

Da necessidade de uma entidade nacional sobre o ensino de Sociologia e Ciências Sociais – por que e para quê?

Representação da região Centro-Sul da ABECS

Representação da região da Amazônia da ABECS

Representação da região Nordeste da ABECS

Mediador: Flavio Sarandy (UFF Campos)

 

17h às 19 h

Reunião da ABECS:


Relatos sobre a organização das Unidades Regionais

Discussão do Estatuto da ABECS

Discussão da composição provisória do Conselho Deliberativo (pauta mínima) e definição (ainda provisória) da sede do I Congresso


Mediador: Comissão de organização da ABECS


Dia 11 de Maio 2012


Assembleia de Fundação da ABECS:

14h – 19 h


LOCAL: Colégio Pedro II, Humaitá/RJ.

Rua Humaitá, 80, Rio de Janeiro.

 

 

Anúncios

Comitê de Comunicação ANECS!

Colegas!

No III CONECS Ceará, fora encaminhada a criação de um Comitê de Comunicação.

Com que intuito?

Dinamizar e estruturar de forma mais orgânica a alimentação do nosso blog, além de servir como mais um ponto de referência na busca de informações sobre o MECS.

Sendo assim,

  1. Esse comitê será composto por 10 pessoas, sendo 2 pessoas de cada regional para ficarem responsáveis pela tarefa;
  2. A composição da comunicação das duas pessoas de cada regional será:

• A primeira será a Coordenação Nacional da regional;

• A segunda será escolhida pelas próprias regionais.

Nomes de referência por região (CN e Escola referência para comunicação):

Norte

CN – Ellana-UFPA (ellana_fiama@hotmail.com)

UFPA – Thainá (thainagnunes@hotmail.com)

 Nordeste

CN – Iorran-UECE (iorran.sociais@gmail.com)

UFRB – Nane (ynamid@gmail.com)

 Sudeste

CN – P.A-UFMG (paromanomello@gmail.com)

UFV – Gabriela (gabrielaferreira0@hotmail.com)

 Centro-Oeste

CN – Órion-UnB (orioncoppe@hotmail.com)

UnB – André (confirmar e-mail)

Sul

CN – Priscila-UFRGS (priscila.priae78@gmail.com)

Escola (a confirmar)

Notícias sobre o Encontro Nacional – ENECS 2012

Estudantes de Ciências Sociais de todo o país, a Comissão Organizadora do ENECS 2012 divulgou seu primeiro comunicado oficial (junto com o blog oficial), sobre o andamento do evento. É bom que tod@s leiam e façam os devidos repasses em suas escolas.

Vamos tod@s junt@s ao ENECS Santa Maria em Julho!!!!

http://enecs2012.blogspot.com.br

↓↓ Abaixo o comunicado ↓↓

Colegas, estudantes de Ciências Sociais!

A Comissão Organizadora (CO ENECS) apresenta oficialmente, o 27º Encontro Nacional dos Estudantes de Ciências Sociais (XXVII ENECS)! Este ano, o Encontro ocorrerá na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, entre os dias 21 e 28 de julho de 2012.

O XXVII ENECS é resultado de um importante processo de rearticulação do Movimento Estudantil de Ciências Sociais, que vem ocorrendo nos últimos períodos, tanto em nível nacional, como em nível local, na UFSM.

A temática a ser debatida e problematizada neste Encontro será ‘Democracia e Educação: Libertar para Romper Fronteiras!’. A escolha desta temática levou em consideração uma série de fatores conjunturais e/ou teóricos, dentre os quais destacamos:

– A maioria dos membros da CO ENECS participaram da construção da II Semana Acadêmica Integrada de Ciências Sociais e Sociologia da UFSM, ocorrida em 2011, cujo tema foi ‘Educação pra que(m)?’, gerando um importante acúmulo para a CO ENECS e para os demais acadêmicos da escola sede. Já em 2010, o tema da Semana Acadêmica havia sido ‘Democracia: as Diferentes Interfaces’;

– A atual política do Movimento de Estudantes de Ciências Sociais (MECS) e as bandeiras de luta, aprovadas no XXVI ENECS BH, como a pauta dos 10% do PIB para a educação, por exemplo;

– O entendimento de que a educação é sempre intencional, assim como o resultado complexo de interações e disputas por hegemonia, em termos gramscianos, entre as classes sociais, sendo necessário lutar por uma educação popular, libertadora e de empoderamento das classes oprimidas, e que se contraponha as propostas tradicionais, reprodutoras de lógicas sociais dominantes;

– O avanço na construção de uma gestão do ENECS, baseada na metodologia do Instituto de Educação Josué de Castro (IEJC), buscando educar para práticas críticas e autônomas;

– Problemáticas e ações decorrentes do retorno da disciplina de sociologia ao Ensino Médio, como: surgimento da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais (ABECS), discussões sobre Projetos Político-Pedagógicos, reforma do Ensino Médio no Rio Grande do Sul, etc;

– As diversas ações ao redor do mundo, iniciadas pela Primavera Árabe, visando à democracia, criticando o capitalismo e cobrando dos governos, saídas para a crise capitalista, que não passem pela pauperização ainda maior da classe trabalhadora.

– No Brasil, a intensificação de políticas de criminalização da pobreza e da juventude, como no caso da truculenta reintegração de posse de Pinheirinhos, em São Paulo, que resultou em milhares de pessoas sem-teto; assim como a violenta desocupação da Reitoria da USP, ocupada por estudantes que lutavam por mais democracia no Campus e transparência na gestão do reitor Rodas.

Em se falando especificamente sobre educação, a mesma ainda é tida, nos discursos oficiais, como principal caminho para a eqüidade, uma espécie de ‘trampolim’ para ascensão social. Entretanto, raramente se discute o papel emancipatório que deve ter a educação, isto é, somos educados para ser mão-de-obra para o mercado capitalista, mas não para desenvolver o senso crítico e a cidadania.

Além disso, assistimos no Brasil, um avanço cada vez maior de políticas educacionais que precarizam a educação pública, em todos os níveis, e aprofundam o processo de mercantilização e privatização do ensino, que se torna cada vez mais, uma mercadoria, acessível apenas aos que podem pagar por ela.

Por outro lado, apesar de a educação popular ser um tema que vem sendo debatido há décadas, com algumas experiências exitosas (mas sempre em nível micro), ainda não temos um modelo consolidado de educação que seja pensada pelo povo e para o povo. Recentemente, no ano de 2011, realizou-se em Porto Alegre, o I Seminário Nacional sobre Universidade Popular (I SENUP), no qual foram debatidas algumas diretrizes básicas para o desenvolvimento da educação popular.

Deste modo, sabendo das problemáticas que a educação enfrenta em nosso país, assim como a dificuldade de organização do MECS, o XXVII ENECS tem por objetivo avançar e fortalecer a Articulação Nacional dos Estudantes de Ciências Sociais (ANECS), através do debate e da prática, dinamizando o processo de comunicação entre as escolas rumo a uma articulação, composta por estudantes de Ciências Sociais de luta, fomentando o espírito de indignação social, ao mesmo tempo que instiga o desenvolvimento de um processo de construção coletiva e transformação da sociedade. Para tanto, a Comissão Organizadora enfatiza a importância de, cada vez mais, qualificar o caráter de participação dos Encontros, visando à formação do cientista social militante, através de espaços que estimulem o crescimento e a formação.

Além disso, vale mencionar que o XXVII ENECS desempenhará um importante papel, neste contexto de reorganização do Movimento Estudantil de Ciências Sociais, uma vez que debateremos qual será a estrutura organizativa que nos representará (Federação, Executiva, etc), tendo o Encontro um caráter constituinte.

Por fim, destacamos que a partir de agora, este blog (www.enecs2012.blogspot.com), assim como  no Facebook (Emecs Santa Maria), são os meios oficiais de informação sobre o XXVII ENECS, através dos quais vocês encontrarão semanalmente, novas informações sobre o Encontro.

Sejam todos bem-vindos ao XXVII ENECS! Esperamos por vocês em Santa Maria!

Seminário da Crecs (Corecs-NE)

O II Seminário da CRECS [corecs-ne] ocorreu nos dias 24,25,26 de fevereiro na Univasf, em Juazeiro, Bahia!

Além de formações políticas e espaços de socialização, foram discutidos importantes assuntos no que se refere a organização constante do mecs nordeste, à saber: relação crecs-anecs, organização da crecs e erecs/dinâmica do encontro.

Dando continuidade a necessidade de socialização de discussões e maior integração entre as escolas do nordeste para todos juntos somarmos à construção de um Movimento Estudantil de Ciências Sociais realmente Perigoso, segue abaixo a proposta de Regimento da Coordenação Regional dos Estudantes de Ciências Sociais, discutida durante o seminário e que é de suma importância ser debatida nas escolas do nordeste!

É sempre bom lembrar…

Que se trata de uma proposta! E que deve ser debatida, reformulada, se necessário e aprovada no III ERECS, em Ilhéus, Bahia! Proposta de Regimento

 

FORA PM DA UFF, TODO APOIO ÀS LUTAS SOCIAIS!

As/os estudantes da Universidade Federal Fluminense  presenciaram, no dia 01 deste mês, mais um absurda tentativa de intimidar e calar as lutas sociais que ocorrem hoje nos mais diversos cantos do país. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, invadiu os DA’s de Ciências Sociais e Filosofia em uma clara tentativa de criminalizar a luta legítima do direito a Cidade/Mobilidade Urbana da qual as/os integrantes dos dois DA’s apoiavam e participavam.

Esse fato não é isolado, temos assistimos a uma escalada da criminalização da militância e da disseminação de práticas autoritárias, que parece ter tomado corpo: a perseguição da Polícia Federal ao movimento grevista na UNIR, a desocupação violenta de famílias no bairro do Pinheirinho, a política de remoções irresponsável nas obras da Copa, a política higienista da internação compulsória de dependentes químicos na “Cracolândia”, a persistência da política de extermínio da juventude negra e pobre nas periferias urbanas e os recentes episódios em que lideranças dos movimentos grevistas dos Bombeiros no RJ e das PMs na BA e no RJ foram presas configuram os casos mais evidentes.

O projeto das elites políticas, impulsionado por um conjunto de empresas transnacionais brasileiras em associação com o capital estrangeiro (financiadas pelo BNDES em suas maiores intervenções), para o Rio de Janeiro é reorganizar a cidade de acordo com os interesses de indústrias exportadoras e como uma cidade especializada em serviços de alto valor agregado. Nesse sentido é que a repressão aos movimentos sociais que contestam o processo em curso se torna fundamental para a viabilização desses interesses. O movimento estudantil de Ciências Sociais, por meio de sua entidade nacional, a ANECS, se solidariza com o movimento estudantil da Universidade Federal Fluminense e exige que todos os fatos envolvendo a invasão do Diretório Acadêmico de Ciências Sociais sejam apurados.

Nota Explicativa das/dos estudantes da UFF sobre a invasão do Campus do Gragoatá\UFF pela Polícia Militar.

No dia 1 de março, por volta das 11h da manhã, estudantes e servidores foram surpreendidos pela invasão de uma viatura da PM (12ª BPM) ao campus do Gragoatá, Universidade Federal Fluminense. De acordo com a Constituição, a Polícia Militar não tem permissão para atuar em território federal, cabendo somente à Polícia Federal tal responsabilidade. Além de invadir o Campus da Universidade, os PM’s também invadiram as salas dos Diretórios Acadêmicos de Ciências Sociais e de Filosofia. Os militares justificaram a ação a partir de uma suposta denuncia anônima de que no local haveria drogas e coquetéis molotovs preparados pelas “lideranças” da manifestação contra o aumento da tarifa das barcas, que ocorrera pouco antes na Praça Araribóia. Cabe destacar que os PM’s entraram acompanhados por um responsável pela segurança do Campus.

Manifestantes protestam contra aumento da tarifa das barcas - Foto: Pedro Kirilos

Várias intimações foram realizadas pela 76 ª DP, que possui um dossiê feito pela concessionária com os perfis dos manifestantes. Também entraram em um processo na empresa Google para que retirassem do canal Youtube vídeos que convocam os protestos. No dia 29 de fevereiro o Tribunal de Justiça do Estado concedeu parecer favorável a uma liminar da Barcas S\A tentando impedir a participação do PSOL e de um professor da rede estadual na manifestação. Compreendemos, portanto, que este fato é mais um de uma série de ações repressivas, que buscam intimidar as manifestações contra o aumento abusivo das tarifas da Barcas S\A, que foram todas pacíficas.

Entendemos que este processo de repressão ao movimento das Barcas faz parte de uma conjuntura de criminalização dos movimentos sociais e também da pobreza no país, vide a brutal desocupação de Pinheirinho e de diversas ocupações no centro do Rio, as fortes repressões às passeatas contra os aumentos das tarifas de ônibus, e a dura repressão que professores e os próprios PM’s e bombeiros sofreram em diversos estados quando reivindicaram aumentos salariais. A recente experiência da militarização da USP demonstra que em vez de mais “segurança”, só aumentou a repressão aos movimentos, com cenas de violência por parte dos militares.

Exigimos o imediato esclarecimento da reitoria da UFF sobre como foi possível a esta viatura entrar ilegalmente no campus do Gragoatá, acompanhada por um responsável da administração da universidade. Exigimos também esclarecimentos do comandante do 12º BPM. Por fim, exigimos uma imediata moção de repudio assinada pelo reitor sobre o ocorrido, além das medidas legais necessárias por parte da universidade para apuração e responsabilização sobre o fato. Não nos intimidaremos e continuaremos a ocupar a universidade como espaço de defesa da liberdade de expressão e livre organização.

Diretório Acadêmico Raimundo Soares – Ciências Sociais – UFF
Diretório Acadêmico de Psicologia – UFF
Centro Acadêmico Evaristo da Veiga – Direito – UFF
Centro Acadêmico de Letras – UFF
Diretório Acadêmico de Comunicação Social – UFF
Diretório Central dos Estudantes Livre da UFF Fernando Santa Cruz

VII Semana Acadêmica de Ciências Sociais da UFPR – Prazo Prorrogado!

 

EDITAL – CHAMADA PARA O ENVIO DE PROPOSTAS

A Semana Acadêmica de Ciências Sociais (SACS) é um evento promovido por estudantes de graduação da Universidade Federal do Paraná desde 2006.

 

Sendo um diferencial das edições anteriores, a Comissão Organizadora da VII Semana Acadêmica de Ciências Sociais da UFPR informa a abertura de um espaço na programação destinada à apresentação de trabalhos de alun@s graduand@s e/ou graduad@s, de qualquer instituição de ensino.

 

            O envio de proposta para apresentação de trabalho na VII Semana Acadêmica de Ciências Sociais contempla alunos de graduação com pesquisas de caráter científico, ou monografias em antropologia, ciência política ou sociologia.

Não se perca: data limite para envio dos resumos foi prorrogado até o dia 31 de Março!!

 

Mais informações: http://sacsufpr.blogspot.com.br/

 

%d blogueiros gostam disto: