Arquivo da categoria: Mulheres da ANECS

“Com palavras de ordem e muita euforia aconteceu o primeiro espaço auto-gestionado de mulheres da Articulação Nacional de Estudantes de Ciências Sociais (ANECS) durante o CONECS Ceará. A partir deste espaço queremos nos organizar com foco nas lutas das mulheres por um viés classista. Esperamos que no próximo encontro nacional já tenhamos o acumulo necessário pra fazer formações de qualidade elevada e pra tornar o movimento de mulheres do MECS cada vez mais forte e combativo.

QUANDO UMA MULHER AVANÇA, NENHUM HOMEM RETROCEDE!
SEM FEMINISMO, NÃO HÁ SOCIALISMO!”

Nota de repúdio ao caso de assédio moral e sexual no curso de Ciências Sociais da UFMG

mulheresda anecs logo geralNós, do setorial de mulheres da Articulação Nacional de Estudantes de Ciências Sociais (ANECS), através dessa nota demonstramos total repúdio ao caso de assédio moral e sexual que tem ocorrido no curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Minas Gerais, no qual o professor Francisco Coelho dos Santos está envolvido.

Nós, como alunas, mulheres e feministas repudiamos as atitudes do professor de Sociologia, pois o mesmo ao invés de desempenhar a função que lhe foi cabível:  de professor que respeita a todxs, prefere ASSEDIAR assediar verbalmente as alunas com comentários machistas, ridículos. Segundo alunas do mesmo, esses assédios não aconteceram de forma isolada, houveram vários relatos em que o professor aparece ofendendo às mulheres, como por exemplo dizendo que “menstruadas não serviam para nada, nem para o consumo oral”. Tais posturas são INADMISSÍVEIS, pois como um professor de Sociologia, é de se esperar, o mínimo de coerência e respeito por saber que em pleno século XXI, as mulheres ainda são colocadas em posição de inferioridade dos homens, onde muitas alunas de Ciências Sociais pesquisam, publicam artigos, lutam para que haja de fato respeito nessa sociedade machista, patriarcal, na qual as mulheres o tempo todo estão reduzidas a meros objetos pela mídia, e além de tudo são exploradas no mercado de trabalho, nós esperamos dos nossos professores respeito e que esses deem visibilidades as opressão sofridas pelas mulheres em suas aulas, nas discussões em sala de aula etc.

Nós, do espaço auto organizado de MULHERES DA ANECS exigimos a abertura de sindicância para apurar os fatos narrados; exigimos a exoneração desse professor; queremos que ele se retrate perante a comunidade acadêmica e principalmente perante as alunas que ele constrangeu em seus comentários desnecessários e machistas.

Não toleraremos de forma alguma machismo, assédios, opressão nas nossas salas de aula e em nossa sociedade. Exigimos respeito por parte de todxs que compõe o espaço acadêmico e demonstramos nosso TOTAL apoia as alunas de Ciências Sociais da UFMG, as quais muitas delas constroem o setorial de mulheres de ANECS.

Lutaremos pelo fim do machismo, das opressões às mulheres e pela EMANCIPAÇÃO PLENA, sejam elas universitárias, trabalhadoras, negras, índias, brancas, lésbicas.


Nota de repúdio ao caso de assédio moral e sexual ocorrido no curso de Ciências Sociais

Anúncios

CONTRA OS TROTES MACHISTAS!

CONTRA OS TROTES MACHISTAS!

04 de março de 2013.

Na tarde de terça-feira, cerca de 40 manifestantes protestavam contra a realização do “concurso de beleza” intitulado “Miss bixete”. A manifestação era pacífica, pois contava apenas com batuques e palavras de ordem de cunho feminista. Durante a manifestação participantes do concurso, calouros, veteranos de diversos cursos proferiram comentários agressivos e homofóbicos e alguns deles tiraram suas roupas, satirizando a manifestação do grupo feminista.
Devido ao ocorrido, as Mulheres da ANECS (Articulação Nacional dos Estudantes de Ciências Sociais), REPUDIA tal atitude e o concurso “Miss bixete”. REPUDIAMOS esse concurso pois ele está fundamentado no machismo, constrange calouras, reproduz a idéia de que a mulher é mercadoria e que ela é propriedade dos homens, sendo submetidas a todas as vontades do mesmo.
É muito provável que os calouros vão reproduzir a atitude dos veteranos, vão promover sempre esses concursos “Miss bixete”, vão ridicularizar suas companheiras de sala e não fica restrito ai. Em suas casas, quando tiverem suas mulheres ou namoradas, vão tratá-las como mercadorias TAMBÉM! Reproduzindo SEMPRE o machismo, se colocando “em seu direito como MACHOS” e se necessário até as agridem pois elas os pertencem – segundo a lógica do patriarcado.
As Mulheres da ANECS repudiam qualquer tipo de trote machista no qual há constrangimento de calouras. Esses trotes devem ser severamente repudiados e combatidos pelo M.E, como uma pauta também essencial para o respeito e o avanço das discussões feministas junto aos demais companheir@s.

“Sendo homens e mulheres seres complementares na produção e na reprodução da vida, fatos básicos da convivência social, nenhum fenômeno há que afete a um, deixando de atingir o outro sexo.” (H. Saffioti)

Mulheres da ANECS

mulheresda anecs logo geral

%d blogueiros gostam disto: